Eu posso fazer EAD? Descubra o que é preciso para estudar na modalidade de Ensino a Distância

Nos últimos anos, o perfil do estudante universitário ampliou de forma considerável: antes dominado por alunos recém-saídos do Ensino Médio em universidades presenciais, hoje esse perfil é bem mais abrangente (em idade, condição socioeconômica e ocupação, por exemplo), possibilitado principalmente pelo crescimento da modalidade EAD para cursos de graduação. 

 

 

Segundo o Censo EAD.BR, desenvolvido anualmente pela Associação

Brasileira de Educação a Distância (ABED), em 2018, o número de

matrículas em cursos a distância teve um aumento de 46,7%, com

tendências que continuam indicando a alta da modalidade no país.

 

Os números positivos representam como o EAD tem se apresentado como solução acessível e viável para a obtenção de um diploma de graduação, possibilitando que pessoas em diferentes cenários e situações de vida possam alcançar o objetivo do curso superior para seu sucesso profissional.

Que saber se a modalidade EaD é para você? Vamos lá?

 

Para ingressar em uma graduação EaD

Os cursos de graduação EAD e presenciais possuem algumas diferenças quanto à metodologia e estrutura dos cursos em si, mas no que diz respeito às formas de ingresso, é comum que existam semelhanças. 

 

Em primeiro lugar, só estão aptos a uma graduação EAD alunos que

comprovadamente concluíram o Ensino Médio.

 

A partir daí, é claro que cada instituição de ensino pode formular seus próprios modelos de ingresso e por isso não há exatamente um padrão. Mas em geral, o candidato a um curso de graduação EAD deverá passar por um processo seletivo e ser aprovado para iniciar seu curso, como acontece tradicionalmente nas graduações presenciais. 

Além da tradicional prova de vestibular, as instituições de ensino contam com outras formas de ingresso, como o vestibular agendado, uso da nota do Enem ou diferentes modelos de transferência / 2ª graduação.

 

Depois de escolher qual o método de seleção mais adequado ao seu perfil, é só iniciar a inscrição e realizar o processo seletivo escolhido.

 

Fui aprovado(a) em um curso EaD, e agora?

Como em qualquer processo seletivo, você receberá notícias sobre sua aprovação por meio dos contatos disponibilizados, juntamente com todas as orientações necessárias para sua matrícula. Até aqui, tudo bem parecido com o que você já conhece, certo?

 

A diferença é que, depois de matriculado, o aluno recebe acesso a seu

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que funciona como uma sala

de aula totalmente online. É basicamente a plataforma em que todo o

processo de aprendizagem e as disciplinas ocorrerão.

 

Todas as aulas (em diferentes formatos), atividades avaliativas, fóruns interativos e informações estarão disponíveis ali, em um modelo bastante flexível: o aluno assiste às aulas no horário que preferir e organiza sua própria rotina para entregar as atividades avaliativas, sendo guiado em uma trilha de aprendizagem formulada para cada disciplina do curso. Em poucas palavras, assim é uma graduação EAD!

Esse é o panorama geral necessário previamente para entender o que é preciso para estudar em uma graduação EAD. Agora que você já entendeu como funciona a modalidade, fica mais fácil apontar algumas características básicas necessárias para se dar bem em um curso EAD.

 

O que preciso para cursar uma graduação EaD?

 

  • Acesso à internet e afinidade básica com a tecnologia

A educação à distância, como ficou claro, utiliza todas as facilidades da tecnologia para transmitir informações em um ambiente dinâmico e intuitivo de ensino. Para tanto, é preciso que o aluno tenha acesso fácil à internet com a qualidade necessária para rodar vídeos e acessar alguns arquivos mais pesados - nada que os planos mais comuns de internet já não ofereçam, atualmente. 

É necessária também certa afinidade para navegar pelo ambiente virtual por meio de computadores, tablets ou celulares, mas não se trata de nenhum bicho de sete cabeças, já que as plataformas de ensino prezam principalmente pela simplicidade de navegação, para tornar o acesso fácil e compreensível.

E mais: geralmente, os cursos são introduzidos com uma etapa inicial importante de imersão guiada ao ambiente - ou seja, ninguém vai precisar desbravar aquele novo mundo sozinho. Há tutoriais bastante claros e explicativos para que você se familiarize com a plataforma e entenda como tudo vai funcionar. Em pouco tempo, o aluno se acostuma e tudo fica bastante intuitivo.

  • Organização da rotina e autonomia

Como não há a obrigatoriedade de frequentar aulas, o processo de aprendizagem no EAD é caracterizado pela autonomia: o aluno quem se torna o principal responsável por garantir o estudo e aprofundamento nos temas relevantes para cada disciplina. A metodologia de ensino envolve a participação de tutores que auxiliam no processo e realizam avaliações do conhecimento, mas o cumprimento de todas as etapas compostas na trilha é, na maior parte do tempo, um compromisso do aluno consigo mesmo.

Para alcançar o sucesso nas disciplinas, é preciso conseguir organizar uma rotina de estudos, que pode se flexibilizar conforme os horários disponíveis em cada dia, mas deve se manter de forma equilibrada, em um ambiente silencioso e propício para a concentração.

 

  • Comprometimento e disciplina

A característica flexível dos cursos EAD é especialmente interessante para pessoas que desejam encaixar uma graduação em rotinas já preenchidas pelo trabalho e/ou afazeres familiares, já que o modelo permite utilizar horários alternativos para assistir as aulas e executar as atividades.

No entanto, a prática exigirá do estudante uma boa dose de disciplina para manter o foco nos estudos. Afinal, imagine chegar em casa depois de um dia de trabalho e se preparar para entrar em um ambiente de estudo e se concentrar por mais algumas horas. É o comprometimento e o foco do aluno no objetivo de alcançar o sucesso profissional que auxiliarão a manter a disciplina!

 

  • Proximidade com um polo presencial

Mais um ponto que deve ser observado antes de bater o martelo em uma instituição de EAD é a necessidade de comparecer nos chamados Polos de Apoio Presencial, espaços físicos oferecidos pelas universidades para o cumprimento de certas etapas que variam de instituição para instituição, como atividades avaliativas, aulas práticas em laboratório, eventos, entre outros.

É importante saber previamente como é a frequência exigida pela instituição de ensino para atividades presenciais para avaliar qual o polo mais próximo da região e a facilidade de acesso. Como a presença pode fazer parte do processo avaliativo final, essa é uma informação que deve pesar na escolha da universidade.

 

Agora que você já entendeu como é o perfil de um estudante EAD, que

tal tirar suas últimas dúvidas sobre a modalidade?

Temos um conteúdo exclusivo com respostas para as dúvidas mais frequentes sobre o EaD.

Confira clicando no banner abaixo:

 

Está interessado(a) em fazer um EAD?

Conheça os mais de 20 cursos EAD UNIFAA, o Melhor Centro Universitário do Estado do Rio de Janeiro: 

Acesse clicando aqui

 

 

 

Notícias Relacionadas

UNIFAA obtém avaliação máxima do MEC para o curso de Direito na modalidade a distância
12/07/2022

UNIFAA obtém avaliação máxima do MEC para o curso de Direito na modalidade a distância

Quais são os cursos EAD UNIFAA?
25/05/2020

Quais são os cursos EAD UNIFAA?

Como escolher meu curso de graduação EAD? Confira 5 dicas
25/05/2020

Como escolher meu curso de graduação EAD? Confira 5 dicas